Planejamento

Entre fins de maio e início de julho a tensão no país cresceu a níveis bastante perigosos. Rio Grande do Sul, Paraná, Minas, Santa Catarina, São Paulo e lideranças dissidentes do Rio de Janeiro confabulavam desde fevereiro uma reedição da Frente Única de 30 para depor o Governo Provisório. A eclosão do movimento foi marcada para o dia 14 de julho.

Na data combinada as forças de São Paulo deveriam se concentrar nas divisas do Estado onde aguardariam as forças dos demais Estados envolvidos, para então,juntos, todos caminharem em direção a capital do País, Rio de Janeiro. Uma Revolução estava em marcha.